Dieta lowcarb: fácil e prática

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Você que não sabe o que é dieta lowcarb, mas já ouviu falar e gostaria de se inteirar sobre o assunto, este é o post que precisa ler, pois vamos tratar de dieta lowcarb para iniciantes.

Infelizmente se tornou comum todas as novidades relacionadas a dietas despertarem desconfiança, pois a internet e revistas estão cheios de receitas milagrosas junto com anúncios sensacionalistas que prometem muito e entregam pouco, muitas vezes submetendo seus praticantes a restrições severas que afetam a saúde.

Também é um entrave algumas crenças enraizadas quanto à perda de peso que colaboram para que se haja mais resistência em seguir determinados métodos.

Mas para desmistificar alguns assuntos e clarear o caminho diante do mar de invencionices e palpites sempre existe a informação ancorada por fontes científicas cabalmente testadas.

É exatamente o que queremos propor neste post de lowcarb para iniciantes: trazer informações consistentes sobre o que é a lowcarb dieta, o que é mito e o que não é mito, quais são os seus benefícios e como montar um cardápio seguindo os princípios dessa dieta.

Quer saber de uma vez por todas o que é dieta lowcarb?

Veja os tópicos abaixo.

Confira!

 

Lowcarb para iniciantes: o que é dieta low carb?

Apesar da dieta lowcarb está em alta ultimamente ela não se trata de uma novidade. Surgiu na década de 1970, baseada nos estudos de um médico cardiologista de nome Robert Atkins.

Esse médico teve uma constatação surpreendente ao estudar a alimentação dos esquimós. Trata-se de povos indígenas que habitam regiões em torno do Círculo polar Ártico. Como esses ambientes impossibilitam o plantio, esses povos se alimentam de carne crua como a de urso e de peixe.

Atkis se surpreendeu com a longeva expectativa de vida dessas tribos vivendo em clima tão hostil e com uma alimentação tão rústica. Para completar a surpresa, ainda constatou que esses povos não apresentavam altos índices de doenças coronárias e vasculares.

A alimentação dos esquimós também não causa déficits de energia para caçar e para sobreviver a temperaturas muito baixas.

Logo chegou à conclusão, avaliando a alimentação deles que excluía carboidratos e se resumia a proteína e gordura animal, de que o que causava obesidade era o consumo excessivo de carboidratos.

Eis o conceito chave do lowcarb para iniciantes: se o consumo excessivo de carboidratos explica a obesidade, a redução desse consumo explica a perda de peso.

Foi partindo dessa premissa que médicos e nutricionistas vieram a desenvolver posteriormente a dieta que hoje é conhecida como lowcarb.

Lowcarb para iniciantes: menos e melhores carboidratos

Seguindo com este post de lowcarb para iniciantes, a ideia central é essa: reduzir o consumo diário de carboidratos substituindo-os por uma alimentação mais rica em proteína, gorduras e carboidratos com baixo índice glicêmico.

Dieta lowcarb emagrece?

Naturalmente a conclusão de Atkins sobre a relação carboidratos e obesidade teve que passar pelo crivo de análises científicas para comprovar se de fato sua análise empírica tinha sentido.

Verificou-se que realmente o consumo de carboidratos com alto índice glicêmico, isto é, carboidratos com excesso de glicose e rapidamente absorvida pelo sangue, provocam ganho de peso.

Isto porque quando há excesso de glicose no organismo, ela é estocada em forma de gordura impossibilitando que um hormônio glucagon, que tem a função de retirar a energia estocada, seja liberado pelo organismo.

Já os carboidratos com baixo índice glicêmico contam com nível de glicose moderado e que é absorvida mais lentamente pelo sangue, impedindo picos muito altos de glicose e insulina, além de permitir a ação do glucagon para queimar a gordura armazenada.

Logo se chegou à conclusão: reduzindo a ingestão de carboidratos com alto índice glicêmico e priorizando os baixos, a tendência é provocar a perda de peso.

Uma alimentação convencional deve ter de 50 a 60% de carboidratos na alimentação diária.

A lowcarb dieta propõe reduzir esse consumo diário para até 40%, menos do que isso pode causar prejuízos à saúde. Veja, reduzir e reequilibrar a alimentação com outros tipos de alimentos.

E quanto ao consumo de gordura? Os questionamentos e dúvidas quanto a essa parte entra na parte dos mitos envolvendo essa dieta. E vamos responder os principais deles a seguir.

Lowcarb para iniciantes: os mitos

Dando prosseguimento a este artigo de lowcarb para iniciantes, os principais mitos relacionados a essa dieta versam sobre os eventuais danos causados pela redução do consumo de carboidratos e a manutenção do consumo de gorduras na alimentação diária.

Lowcarb para iniciantes: o mito da gordura

A dieta lowcarb não restringe o consumo de gorduras, pois elas também são fontes de proteínas.

Mas isto faz com que leigos ou pessoas que cultivam crenças antigas acreditarem que a dieta lowcab estimula o aumento do colesterol e consequentemente o risco de doenças cardíacas.

Esse é o mito que tem como origem a percepção de que todo tipo de gordura provoca colesterol alto e consequentemente problemas no coração. Mas já deve ter ouvido falar sobre o colesterol “bom” e o colesterol “mal”.

A dieta lowcarb prioriza justamente o consumo de gordura considerada “boa”, as monoinsaturadas em detrimento das consideradas nocivas, as industriais, as saturadas.

Além do mais, essa dieta não exclui o consumo de gordura, mas como toda dieta, recomenda moderação no consumo de determinados alimentos, incluindo a gordura boa.

O mito da deformação do cérebro por causa da redução de carboidratos

Outro mito que surge com frequência na pauta de lowcarb para iniciantes: a de que a redução brusca da ingestão de carboidratos diminui a produção de glicose, o combustível do cérebro, que consome de cerca de 120 gramas da substancia por dia.

Portanto a dieta, segundo essa teoria, causaria transtornos cerebrais que poderiam levar até a loucura.

É verdade que o cérebro humano consome glicose para se manter positivamente operante, mas é incorreto pensar que a única fonte de glicose derive dos carboidratos que consumimos.

Nosso fígado tem uma incrível capacidade de produzir glicose a partir de outras substâncias, como os aminoácidos das proteínas ingeridas.

Outro ponto a se considerar neste artigo de lowcarb para iniciantes: se a redução do consumo de carboidratos provocasse dramática redução da produção e absorção de glicose ao ponto de provocar danos cerebrais irreversíveis, como os esquimós se manteriam saudáveis?

Se tal afirmação tivesse algum sentido, qualquer pessoa que se submetesse a uma rigorosa dieta, não teria suas faculdades mentais afetadas?

A redução do consumo de carboidratos também alimenta a crença de que a dieta lomcarb seja super restritiva, o que é outro mito.

Lembre-se: a proposta é reduzir o consumo de carboidratos, mas compensar essa redução substituindo-os por outros de baixo índice glicêmico e por proteínas e gorduras.

Não há restrição quanto ao número de refeições por dia e se incentiva a se alimentar até se sentir saciado, mas seguindo o cardápio indicado.

Outro ponto é que a redução de carboidratos com alto valor glicêmico na dieta não ocorre de maneira brusca, mas gradual, até chegar ao limite recomendado.

Dieta lowcarb cardápio

A seguir neste post de lowcarb para iniciantes, vamos apontar uma lista de alimentos que fazem parte da dieta lowcarb e os que não fazem, os que devem ser evitados.

Determinar uma lista de alimentos definitiva ou um cardápio definitivo é imprudente uma vez que se deve considerar cada caso para se preparar uma rotina de alimentação.

É preciso saber o quanto a pessoa está saudável, se tem rotina de exercícios, o quanto de peso gostaria de perder etc.

A lista a seguir é para que tenha uma noção da alimentação proposta da dieta lowcarb, mas é sempre recomendável consultar um nutricionista para avaliar o seu caso e preparar um cardápio personalizado.

Alimentos low carb

A dieta é baseada em alimentos não processados e low-carb.

Lista de alimentos permitidos, lowcarb para iniciantes:

  • Vegetais;
  • Peixes;
  • Frutas;
  • Carnes;
  • Óleos e gorduras;
  • Ovos;
  • Laticínios com alto teor de gordura (queijos, manteigas).

Alimentos proibidos

Lista de alimentos proibidos, lowcarb para iniciantes:

  • Gorduras trans;
  • Alimentos altamente processados;
  • Açúcar;
  • Adoçantes artificiais;
  • Grãos ricos em glúten;
  • Óleos vegetais (ricos em ômega-6);
  • Produtos com baixo teor de gordura e produtos diet.

Onde encontrar produtos e receitas lowcarb?

Achou essa dieta interessante, ficou com vontade de saber mais a respeito e pegar receitas específicas desse tipo de alimentação?

Na Ingredientes Online você tem acesso a muito mais informações a respeito e não só isso: precisando encontrar ingredientes específicos e naturais você pode pesquisar e solicitar diretamente pelo site.

Confira a loja virtual.

Gostou deste conteúdo sobre lowcarb para iniciantes? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio é muito importante para nós!

 

 

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×