Óleo de rícino: conheça seus benefícios para o cabelo, pele e unhas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O óleo de rícino tem sua origem na planta de mamona, que também é conhecida como bafureira ou carrapateiro. Ele é usado para diversos fins, como o cuidado de unhas, pele e cabelos. Além disso, ele tem um poder laxante e é capaz de minimizar os sintomas da artrite.

Com isso, já existem vários cosméticos e produtos de beleza que possuem esse óleo em sua composição.

Essa substância não se mistura com o componente tóxico da mamona, a rícina. Dessa forma, a sua extração e a sua utilização são bastante seguras.

O óleo de rícino também é rico em vitamina E, sais minerais, ácido palmítico, ácido linoleico, ácido oleico, ácido linolênico e ácido esteárico. Sendo um ótimo aliado de uma boa saúde.

Então, se você deseja se beneficiar dos efeitos do óleo de rícino, conheça os seus principais benefícios, a fim de inseri-lo na sua rotina.

O que é óleo de rícino?

O óleo de rícino é extraído da mamona. Seu nome científico é Ricinus communis, podendo ser encontrado em diversas lojas físicas e online, como a Ingredientes Online.

Ele tem propriedades hidratantes, sendo uma ótima opção para quem deseja nutrir, hidratar e fortalecer cílios, cabelos, sobrancelhas, unhas e barba.

Além disso, seu uso é muito indicado para pessoas que possuem fios quebradiços ou desejam que o seu crescimento seja acelerado. Isso acontece, pois esse óleo tem a capacidade de hidratar o couro cabeludo, nutrindo as fibras capilares.

Dessa maneira, ao massagear a cabeça com o óleo de rícino, a sua microcirculação é ativada. Com isso, o seu organismo consegue absorver melhor todos os nutrientes no bolbo capilar. Assim, ocorre o fortalecimento, aumento de brilho e crescimento dos seus fios.

Esse óleo também é capaz de nutrir e hidratar a sua pele. Dessa forma, há uma melhora significativa na aparência de estrias e uma redução de acnes de seus usuários.

Como usar o óleo de rícino

Confira os principais deles a seguir:

Cílios, barba e sobrancelhas

O óleo de rícino é muito utilizado com o intuito de fortalecer e nutrir os pelos da barba, sobrancelhas e cílios, além de ser capaz de estimular o seu crescimento.

Dessa forma, você pode aplicar 3 gotas do óleo em uma escova pequena ou cotonete e aplicá-lo na área desejada. É interessante que você realize esse procedimento de duas à três vezes por semana para resultados mais consistentes.

Cabelo

Esse óleo é extremamente eficaz quando o assunto é crescimento capilar. Assim, ele precisa ser aplicado no couro cabeludo com os fios úmidos ou secos.

Em seguida, deve-se massagear o local por alguns minutos, deixando que ele haja por mais ou menos três horas. Depois desse período de tempo, é importante que você lave o cabelo.

O óleo de rícino também pode ser usado com o objetivo de reduzir a caspa. Assim, basta aplicá-lo em sua cabeça e massageá-la, seguindo os mesmos passos da hidratação capilar.

Caso o seu objetivo seja ter um cabelo mais saudável e brilhoso sem pontas ressecadas, é interessante pingar algumas gotas do óleo na ponta dos fios todos os dias.

Pele

O óleo de rícino também é um grande aliado da hidratação e nutrição da pele. Assim, basta aplicar algumas gotas em seu corpo diariamente. Você também pode misturá-lo ao seu hidratante corporal ou a outro óleo vegetal, como o de amêndoas e o de coco.

Se o seu objetivo é diminuir a aparência de estrias ou melhorar a vermelhidão pós sol, o uso desse óleo é fundamental.

Apesar de sua textura ser oleosa, seu uso é um grande aliado do tratamento contra acnes. Isso acontece por conta da sua baixa comedogenicidade. Assim, ele não auxilia na formação de espinha, por exemplo.

Unhas

A hidratação de cutículas pode ser facilmente feita com o uso do óleo de rícino. Quando elas estão devidamente hidratadas, sua função protetora é potencializada, auxiliando o crescimento das suas unhas.

Com isso, o uso desse óleo também atua no fortalecimento de unhas fracas e quebradiças.

Você já conhecia o óleo de ricino, seus benefícios e utilidades? Conta pra gente aqui nos comentários como você o consome esse produto. E para mais notícias sobre o assunto, continue acompanhando o nosso blog.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×